Como montar um orçamento doméstico de qualidade?

Reunimos 9 dicas que vão te ajudar a fazer o seu dinheiro render bem mais. Confira!

Esticar o salário até o fim do mês é um verdadeiro desafio, pois todos nós temos muitas contas para pagar. E geralmente, quando sobra algum valor, acabamos gastando da forma errada. Por isso um orçamento doméstico é tão importante. Reunimos 9 dicas que vão te ajudar a fazer o seu dinheiro render bem mais. Continue lendo!

Identifique as despesas

O primeiro passo para montar um orçamento doméstico é identificar todas as suas despesas. Coloque em ordem, começando pelas despesas mais importantes, como energia, água e alimentação. Depois pelas menos urgentes até chegar nas suas despesas que podem ser eliminadas a fim de conseguir economizar dinheiro, como o dinheiro da balada ou daquele cafezinho que você toma todos os dias na rua.

Depois desse levantamento, coloque em categorias cada gasto, por exemplo, divida em despesas domésticas, prestação dos imóveis, etc. Essa organização será importante para saber quais são as suas despesas fixas e as variáveis, e saber onde você vai poder economizar.

Comece o controle de gastos

O gasto descontrolado de dinheiro acontece geralmente pela falta de organização. Fica muito difícil saber exatamente o que se gasta sem estar controlando tudo. Uma alternativa para ter mais controle na sua renda é usar planilhas, anotando todas as receitas e despesas. Você pode usar no computador ou até anotando mesmo, dessa forma você vai saber exatamente onde está gastando mais, onde pode economizar e até onde você pode dedicar mais dinheiro.

Envolva toda a família

Para que o orçamento doméstico tenha êxito, é preciso que toda a família contribua para o controle de gastos. Reuniões com todos da casa ajudam muito no engajamento, é preciso apresentar o orçamento deixando claro que será benéfico para a família, quando uma pessoa não participa, pode afetar todo o orçamento. Dessa forma é preciso mostrar que os resultados terão pontos positivos para todos dentro de casa.

Projete o seu fluxo de caixa

O fluxo de caixa tem o objetivo principal de controlar a entrada e saída de dinheiro. Quando o fluxo de caixa está organizado, você consegue saber exatamente quanto vai sobrar por mês, contribuindo para um uso mais consciente do seu dinheiro.

Faça metas financeiras

Quando você faz metas para determinadas despesas, você começa a encarar todo o processo como um desafio, sendo mais fácil conseguir alcançá-las. Uma sugestão é estipular metas possíveis, dentro do seu estilo de vida, e gradativamente aumentando o corte de gastos.

É importante envolver todos dentro de casa para que as metas sejam batidas. As metas coletivas podem ser economia na energia ou na água, um uso mais consciente de telefone celular ou até o racionamento de alguns eletrônicos dentro de casa. O envolvimento de todos vai ajudar com o controle de cada membro da família.

Ouça todos os integrantes da família

Ouvir todos os participantes do orçamento doméstico é de suma importância, porque cada um vai falar suas dificuldades e sugestões. Isso contribui para uma economia de toda a família, dessa forma, nenhum membro vai ficar prejudicado, o objetivo é que todos economizem, mas sem deixar de viver bem.

Transforme o sonho em realidade

A última etapa é a hora da prática, porque não adianta todo um planejamento sem a ação. Faça com que todos levem o orçamento doméstico como um dever, como um objetivo coletivo. Apenas dessa forma você vai conseguir aliviar as dívidas, investir seu dinheiro e até passar férias no lugar dos sonhos. É preciso muito foco e determinação para que isso se torne real.

Um orçamento doméstico pode ser feito de forma simples, mas você deve seguir cada passo desse. Talvez a execução demande algumas dificuldades, mas será fácil se todas as pessoas da casa estiverem envolvidas.

Marque aqui alguém que precisa de um orçamento doméstico!



3 comentários

Deixe uma resposta