Facebook anuncia o Libra, sua própria criptomoeda

Na última semana uma notícia abalou o mundo das criptomoedas: a rede social Facebook vai lançar seu próprio cripto ativo.

A proposta da empresa de Mark Zuckerberg é simples: gerar uma moeda virtual que pode ser gerenciada por um aplicativo, com o respaldo de uma empresa que já possui bastante credibilidade no mercado.

Nomeada de Libra, a criptomoeda promete ser um sistema para usuários comuns e oferecer um serviço sem complicações.

O modelo de negócio prevê que o Libra seja guardado em uma carteira virtual. Essa carteira vai funcionar como um aplicativo independente, no modelo já aplicado em bancos, e deve o WhatsApp e o Messenger integrado ao seu sistema.

Na prática, os usuários vão poder enviar dinheiro (o Libra) para outra pessoa por meio de mensagens.

Segundo a empresa, a intenção é que essas transações sejam feitas sem custo nenhum, ou a custos muito baixos.

No futuro, o Facebook planeja fazer outros tipos de transações, como pagar contas, fazer compras e até mesmo pagar bilhete do transporte público.

A empresa previu também a criação de uma subdivisão da instituição dedicada exclusivamente à administração dos serviços financeiros oferecidos pelo Facebook.

Já o controle das transações vai ser realizado pela Associação Libra. A entidade é uma organização independente que vai funcionar como uma espécie de blockchain, com sede em Genebra, na Suíça.

Para evitar instabilidade, a aposta é na parceria com grandes empresas como Mastercard, Visa, PayPal e até Uber e Spotify.

Ao todo, já são 28 grandes nomes no mercado que apostaram no projeto. Cada um deles realizaram um investimento mínimo de US$10 milhões e vão estar no time de gestão da Associação. Até o lançamento da moeda, esse número deve chegar a 100 associados.

O Facebook promete proteção de dados e segurança ao usuário, mas o nível de gestão ainda não foi definido, ou não foi divulgado.

A previsão é que o cripto ativo seja lançada em 2020.



Deixe uma resposta