Ouro x Bitcoin: qual o mais forte na economia?

Se você tem dúvidas sobre qual melhor investimento entre minério ou criptomoedas, primeiro conheça as características de cada um. Entenda mais sobre esses ativos nesse artigo da G44 Brasil!


Investimento em ouro

O ouro é um recurso finito, o seu valor não está sujeito às intervenções econômicas dos governos e sua escassez não pode ser compensado por fabricação. Assim, sua cotação é estável e funciona quase como uma garantia de não inflação.

Como é considerado uma reserva de valor, o ouro tende a valorizar em momentos de crise e a perder valor em tempos de bonança econômica.

O investidor pode adquirir ouro por meio de instituições financeiras credenciadas para isso. É possível comprar o metal na BM&F Bovespa. Basta se cadastrar em uma corretora de valores que opere na Bolsa.

Nas corretoras você pode começar investir pouco dinheiro até dez mil reais de uma só vez.

O lastro se baseia em barras de 250g cujo peso é diluído em certificados de 1 a 10g para ser negociado. Por isso você não precisa de muito dinheiro para investir em ouro.

Mas é preciso estar atento à taxa de corretagem, valor cobrado pelas corretoras pelo acesso ao mercado. Pois nem todas as corretoras isentam a taxa de administração.


Investimento em Bitcoin

O Bitcoin (BTC) é considerada a primeira moeda digital descentralizada da história. Ou seja, é uma moeda que opera independentemente de uma instituição financeira, de um banco ou de um país.

Quando foi criado, um protocolo foi divulgado informando o volume máximo de Bitcoins: 21 milhões. Para muitos investidores esta limitação fará com que o BTC seja mais valioso ao longo do tempo.

O local mais utilizado para comprar Bitcoin seria através das plataformas conhecidas como exchanges. O processo de abertura de contas em “corretoras” é bastante simples. Geralmente é preciso apenas de um CPF válido e um formulário de identificação preenchido.

Se você deseja investir em Bitcoins, se atente à segurança da exchange que escolher. Como elas não são regulamentadas, caso aconteça algum erro no servidor ou um ataque cibernético, você não possui qualquer garantia de receber as moedas de volta.

Quando você envia Bitcoin a carteira transfere a propriedade das moedas digitais para o endereço público de uma outra carteira.

Se você pretende entrar no mundo das moedas digitais, a G44 Brasil pode realizar isso com a Inoex. A Inoex é a exchange da G44 que trabalha com operações de criptomoedas a partir da moeda Bitcoin. Portanto, nela você opera com a plataforma Metatrader 5 de forma segura e afim de facilitar as suas transações.


Bitcoin ou ouro?

Ao olhar para o mercado mundial, a liquidez do ouro comparada a do Bitcoin é muito maior. Entretanto, a capitalização de mercado dessa moeda digital cresce exponencialmente e, hoje em dia, existem inúmeras opções para converter seus Bitcoins em dinheiro.

O Bitcoin permite que seus usuários estejam no controle total de seu dinheiro. Suas transações são seguras, irreversíveis e não contêm informações sensíveis ou pessoais dos clientes.

Com o ouro, você não consegue enviá-lo para outra pessoa facilmente. Você deve vendê-lo a preço de mercado, resgatar o dinheiro, transferir para outra pessoa, que deve resgatá-lo novamente, e comprar o outro a preço de mercado.

O ouro e Bitcoin possuem suas vantagens e desvantagens. Enquanto o ouro possui mais liquidez, a criptomoeda tem um custo de transação mais baixo, se valoriza mais rápido e é melhor para armazenar e transportar. Agora cabe a você decidir qual é a alternativa de investimento que mais se adequa ao seu perfil!

Gostou deste post? Então não deixe de comentar e compartilhar com seus amigos!



2 comentários

Deixe uma resposta