Como fazer um planejamento financeiro para uma viagem internacional?

Já dizia Mario Quintana, viajar é trocar a roupa da alma. Mais do que isso, uma pausa na rotina, planejamento, organização financeira e ter dias de descanso não é uma questão de luxo, mas de saúde. Estudos comprovam que conhecer novos lugares, estar em contato com novas culturas e se desligar das preocupações por um período promove diversos benefícios físicos e mentais.

Um levantamento norte-americano aponta que pessoas que viajam mais tem uma expectativa de vida maior do que quem não tira férias. Além disso, mulheres que tiram férias duas vezes no ano diminuem significativamente os riscos de ataque cardíaco.

É sempre bom tirar férias, viajar e poder conhecer o mundo. Mas, na hora de organizar a viagem de descanso é importante colocar tudo no papel.

Saber o que te interessa no seu destino e fazer um orçamento prévio pela internet ajuda a criar um planejamento financeiro e evitar “meter os pés pelas mãos”.

Se organizar direito é possível desbravar qualquer destino e voltar sem preocupações.

Analise seu orçamento. Há milhares de opções de destinos, mas tudo depende de quanto você pode destinar para a realização do seu projeto e quanto custa o lugar que você escolher. Quanto do seu orçamento mensal você consegue separar apenas para este fim?

Descobriu? Agora é a hora de colocar no papel quais são suas principais opções de destinos. Quais são os lugares que te atraem mais? Qual lugar você tem vontade de conhecer?

Então, é hora de pesquisar. Faça um planejamento. Quanto custa em média uma passagem para este local? Em média quanto custa o tipo de hotel que você quer ficar hospedado? Quanto que uma agência de viagem online cobra para realizar passeios neste local? Coloca esses números em uma planilha e essa mapa vai te ajudar a nortear seus próximos passos.

Por exemplo: se você escolher um destino caro, como Dubai, por exemplo. Você precisa analisar quantos dias você pode viajar, quanto custa a passagem, uma média de valor da hospedagem para este destino etc. Depois, você avalia quanto do seu orçamento do mês você consegue destinar para este fim. Aí é só fazer as contas. Se seu levantamento diz que você precisa, em média, de R$10.000,00 para a viagem e você só consegue “separar” R$500, por mês. Você precisa de 20 a 24 meses de antecedência para organizar a parte financeira.

A chave é a antecipação. Enquanto o dinheiro for sendo guardado (e este pode ser investido em uma aplicação de rápida liquidez), você pode ir pesquisando o restante, como passagens, hospedagens, passeios e fazendo as contratações com paciência.

Quanto antes você planejar, melhores vão ser as tarifas que você vai pagar. Além disso, você vai encontrar mais opções de voos, hotéis e pode ter mais margem de negociação para pacotes de passeios. Se seu trabalho permitir, uma dica preciosa é prefira viajar em períodos de baixa temporada, nestas épocas você encontra melhores serviços, mais concorrência e melhores preços. 



1 comentário

Deixe uma resposta